sábado, 25 de abril de 2009

RENÉE ADORÉE
















Nascida Jeanne de La Fonte em Lille, França, no dia 30 de Setembro de 1898 e falecida em 05 de outubro de 1933, Renée Adorée foi uma atriz francesa, que fez filmes mudos em Hollywood durante os anos 20.
Renée era filha de artistas de circo e aos cinco anos já se apresentava ao lado dos pais. Na adolescência começou a atuar em pequenas peças e viajou pela Europa com sua trupe. Ela estava na Russia quando a Primeira Guerra Mundial foi anunciada e fugiu para Londres.
De Londres, ela foi para Nova York, onde continuou a trabalhar no teatro até que apareceu uma oportunidade de trabalhar no cinema.
Em 1920, lhe deram o exótico nome de Renée Adorée (significando "Renascimento") para seu primeiro filme. Em Nova York conheceu Tom Moore (1883-1955), 15 anos mais velho, Tom e seus irmãos faziam muito sucesso em Hollywood como atores. Seis meses depois, Renée Adorée casou-se com Tom Moore em 1921. O casamento não durou, acabando em 1924. No ano seguinet, Adorée casou-se novamente, desta vez com Sherman Gill.
Embora fosse uma mulher pequena, Renée Adorée possuía uma beleza sensual e olhos penetrantes que marcavam presença na tela preta e branca do cinema. Seu papel mais famoso foi no filme "The Big Parade" (1925), que se tornou um dos maiores sucessos da MGM de todos os tempos e considerado por muitos um dos melhores filmes feitos na era do cinema mudo. No filme "The Mating Call", de 1928, produzido por Howard Hughes, Adorée teve uma rápida cena de nudez que causou comoção na época.
Com o advento do cinema falado, Renée Adorée foi uma das sortudas vozes que continuaram a atuar. Fez um filme com Lon Chaney, mais três filmes com John Gilbert, e quatro filmes com Ramon Novarro.
No final dos anos 30, ela já tinha feito 45 filmes. Nesta mesma época ela foi dianosticada de ter tuberculose.
Após procurar um médico, ela foi obrigada a correr para um sanatório em Prescott, Arizona, na tentativa de melhorar sua saúde. Em 1933 ela saiu do sanatório. Neste ponto, pensava-se que ela havia se recupearado para voltar às telas. Contudo, ela foi ficando cada vez mais fraca e sua saúde debilitada dia após dia. Ela mudou-se para para uma casa de saúde em em Setembro de 1933.
Renée faleceu lá, poucos dias depois de fazer 35 anos. Por sua contribuição à indústria do cinema, Renée Adorée foi honrada com uma Estrela na Calçada da Fama em Hollywood.

Nenhum comentário:

Postar um comentário